HOME

Carta para as ex e namoradas dos caras que fiquei

Primeiro eu te devo desculpa. Estou me desculpando de todo meu coração. Essa carta é para todas as mulheres que passaram indiretamente na minha vida. E dedico esse poema para vocês: Essa semana aconteceu algo que me fez refletir muito, me fez refletir sobre nossa

Mas eu sou feia…

Mas, eu sou muito feia. Perdi as contas de quantas vezes já disse isso. Aí, penso mais um pouco e fico puta da vida comigo. Logo eu, logo você Mariana, que cresceu sem assistir rede globo, não sabe nenhuma música da xuxa e foi criada

Quando achei que me encontrei, só queria me desencontrar.

Eu juro. Juro mesmo que não queria escrever sobre isso. Eu juro que não queria falar de amor. Eu juro que não queria amar. Mas o amor não sai da minha cabeça. Eu sentei pra escrever e começou a tocar Temos nosso próprio tempo. Eu

Minhas únicas certezas são os nãos

Minha cabeça não consegue seguir um fluxo sobre como discorrer esse texto, é um assunto que ronda meus pensamentos há um tempo, mas é confuso, assim como meus pensamentos desde sempre. Mas, vamos lá, vou tentar explicar. Primeiro queria dizer que meu propósito é tocar

A moral da história dos bloqueios

Amor. Estrada. Trabalho. Criativo. Sexo. Internet. Balada. Tristeza. Ligação. Ex-namorado. Prazer. Sabor. Sono. Dança. Remédio. Ciclovia. Cachoeira. Facebook. Alegria. Arte. Tragada. Viagem. Rua. Dinheiro. Gravidez. Olhar. Geração. Politico. Musical. Sorriso. Luz. Bloqueio. Por duas semanas bloqueei. Bloqueei para voltar a escrever. Bloqueei por uma pessoa

Não boicote a solitude

“A linguagem criou a palavra solidão para expressar a dor de estar sozinho. E criou a palavra solitude para expressar a glória de estar sozinho” (Tillich) Pensei mil títulos para esse texto talvez por isso sempre adiei. Mas, como jornalista também sei que o título