Encontrar o amor é como ganhar na loteria

Encontrar o amor é como ganhar na loteria

O amor está no ar aqui em casa. Não, não estou apaixonada. Momento raríssimo no meu 2017, pode ser que amanhã apareça uma nova paixonite, mas pela primeira vez esse ano tô livre do amor. Ufa!

O clima de amor no ar vem de um casamento que fui madrinha, que por sinal vi a noiva crescer, já que é uma prima minha e temos apenas 5 dias de diferença, o que faz da gente prima-gêmeas, – um parentesco que só a gente tem.

Enfim, o casal me inspirou. Como de praxe já tava com tema na cabeça e a inspiração aumentou.

No começo desse ano, meses depois que me separei, escutei em algum lugar: “encontrar o amor é como ganhar na loteria”. Tava com minha irmã nesse dia, de bate pronto completei: “por isso tô fazendo minhas apostas”.


Acho ridículo quem trata amor, sentimentos e relações como um jogo. Tem de monte por aí, tem até jogo pra isso: o tinder, considero um deles. Já entrei nessa dança, aliás, nesse jogo.

Mas acredito fielmente que encontrar o amor é como ganhar na loteria. Esse casal recém-casado ganhou nesse “jogo”. Quem os conhece sabe, é uma explosão de amor que contagia.

Na hora dos votos me emocionei e depois fui comentar com minha mãe do quanto achei incrível. Ela disse que meu olhar tava longe nessa hora, minha cabeça pensava justamente nisso, que é tão foda achar o amor da vida e é tão maravilhoso ter a oportunidade de ver pessoas se (re)encontrando no amor (e é claro, sou humana, e veio aquela dúvida se vou encontrar o meu whatever).


Conheço gente que ganhou na loteria e que ganhou no amor. De fato e sem clichê: os que ganharam no amor são mais felizes.

A questão é que pra gente ganhar em ambos os casos, as apostas precisam ser feitas. E só quebrando a cara que isso pode acontecer. Por isso, não ligo de sofrer de amor, levar fora, me sentir santo antônio, já que todos caras que fico começaram a namorar outra menina, ou ficar na fossa. Faz parte das minhas apostas.


Eu já ganhei no amor quando aprendi a me amar. E isso é tão recompensador que sei o quanto vale a pena sair perdendo. Já diria Los Hermanos: “quem sempre quer vitória e perde a glória de chorar”.

Chorar, sofrer e viver momentos de tristeza é uma glória. Ouvi essa frase e nunca me esqueci dela: “todos os caminhos errados são pra te levar para o certo”. Para e pensa, é verdade!

Não existe perder. Ou a gente aprende, amadurece ou ganha de alguma forma. Se você ver por esse ângulo, você nunca tá perdendo nada. Tudo dá pra gente tirar uma lição e só fui aprender isso depois de quebrar muuuuito a cara.

Quebrar a cara é necessário, dar murro em ponta de faca, sabe?! Pra ver se a gente acorda pra vida, acorda pro amor, acorda pro amor próprio. Podemos sair ganhando na loteria de tantas formas, isso é maravilhoso… mas cada um sabe a dor e a delícia de fazer suas apostas.


Essa declaração fez parte dos votos, qualquer ser humano com vênus em câncer em sã consciência ia sofrer também. 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


%d blogueiros gostam disto: