O egoísmo no amor

O egoísmo no amor

1º: o amor não existe somente nas relações conjugais, existe em todas as relações humanas.  2º: o egoísmo é derivado do ego, logo egoísmo é a doença do ego.

Vou contar mais sobre minha história, pois a essa altura do campeonato não tenho muita coisa a perder. Quem me conhece sabe que morei 2 anos com meu ex e tínhamos um cachorro, após eu ter terminado uma relação de 5 anos, entramos em um acordo e o cachorro ficaria de 15 em 15 dias na casa de cada um, mas depois de uma treta monstruosa isso não aconteceu e desde então nunca mais vi meu cachorro.

O orgulho ferido não é fácil, já fui rejeitada muitas vezes – não é nada fácil. E sempre tentamos achar uma forma de sair por cima, o sair por cima de alguma situação sem empatia e consideração ao próximo é o ego falando alto, muito mais alto. E foi assim que o ex conseguiu sair por cima do término, me proibindo de ver o cachorro.

Quando eu penso sobre o egoísmo no amor, penso em diversas situações. Essa acima foi uma, o egoísmo em um ex-amor, já que a gente nem se gostava mais.

Sou o tipo de pessoa que quando o assunto é amor não gosto de passar vontade, vou atrás, mando mensagem, bato na porta e choro pelo tique azul da mensagem ignorada.

Quando decidi olhar pra dentro, me perceber e sentir meu eu, passei a ignorar meu ego – dei uma bela desenfreada, fui seguindo meu interior e ele é totalmente sem freio, fala o que vem na cabeça, quer dizer te amo no segundo encontro e choro com amor que durou uma semana.

Quando meu ego sobressaia, por um lado era tudo mais simples, eu fingia amar onde não tinha amor, eu me calava enquanto as palavras explodiam dentro de mim, eu ignorava tudo a minha volta, inclusive a mim mesma. O ego era meu piloto automático, era só virar a chave que tudo já fazia parte do roteiro, tudo era completamente robotizado dentro e fora de mim.

Durante meu processo de cura da depressão, comecei a me perceber de verdade, parar pra sentir o que meu interior falava e fui deixando o ego de lado – e praticava o egoísmo ao não me amar, ao não ter amor-próprio.

Pra mim o ego está muito presente nos amores e nas relações. Considero (ego)ísmo não ter amor-próprio, considero (ego)ísmo não deixar um amor acabar em paz, considero (ego)ísmo se vingar de quem você já amou, considero (ego)ísmo quando a gente só pensa no ego.

Já tentei muito me privar de amar, prometi nunca mais amar, reluto pra mandar mensagem no dia seguinte, e penso duas vezes antes de falar que estou apaixonada. Mas na real, isso é um puta de um egoísmo, estou me privando e ao outro também.

Lógico que as relações nem sempre são mútuas, ainda mais as amorosas, mas eu prefiro quebrar a cara com meu interior aflorado, do que com meu ego. Quebrar a cara com meu interior aflorado, quer dizer que eu fiz o que senti que deveria fazer, eu simplesmente senti e não deixei o ego pilotar.

Se eu já me apaixonei no primeiro encontro é porque me joguei, meu ego nunca deixaria eu me jogar, ele com certeza, ia me podar, até eu chegar a conclusão de que é impossível gostar de alguém no primeiro encontro. Mas não, não é. Li uma vez algo do tipo que amar intensamente por dois dias e por dois anos é amor do mesmo jeito, também penso assim e me deixo levar.

E de novo surge o (ego)ísmo, o ego e o egoísmo provavelmente vai podar o outro nessa relação, se não for você, porque na lógica do ego é impossível gostar de alguém após dois dias juntos, isso não é amor (ou paixão se preferir, mas não gosto de usar esse termo: paixão) – e isso vem junto com medo, insegurança e um puta de um ego gritando: “- não mergulha nisso”. O ego diz pro outro não mergulhar, porque se ele mergulhar, vai precisar se despir do ego e isso não é simples.

Se despir do ego leva tempo, necessita de paciência, algumas vezes dói – mas é só sentindo nosso interior, o que considero a alma, que vamos nos despir do (ego)ísmo.

**Ilustrações Fernando Cobelo



1 thought on “O egoísmo no amor”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


%d blogueiros gostam disto: